MIPEX III – Portugal ocupa 2.ª posição do quadro geral de classificações dos estados membros abrangidos

http://www.mipex.eu/
http://www.mipex.eu/

O Index de Políticas de Integração de Migrantes (MIPEX), liderado pelo British Council e pelo Migration Policy Group, é um guia de referência e uma ferramenta totalmente interativa para avaliar, comparar e melhorar as políticas de integração, tendo como base leis e políticas públicas eações de investigação.

Utilizando mais de 200 indicadores, o MIPEX  avalia as políticas de integração em todos os Estados Membros da EU, Noruega, Suiça, Canadá e América do Norte, criando um quadro multi-dimensional e completo das oportunidades disponibilizadas aos migrantes para participarem na sociedade, avaliando o nível de empenho dos governos na questão da integração.

A terceira edição do MIPEX faz parte do projeto Outcomes for Policy Change e abrange mais países e políticas que a edição anterior.

Através das análises recentes, torna-se possível aferir se todos os residentes têm garantidos os mesmos direitos, deveres e oportunidades, permitindo ainda  identificar as mudanças ocorridas nas políticas de integração.

Aos indicadores de acesso ao mercado de trabalho, reagrupamento familiar, participação política, residência de longa duração, aquisição de nacionalidade e antidiscriminação, agrupa-se uma nova vertente política sobre a educação de alunos migrantes.

As classificações atribuídas para cada indicador, por académicos e profissionais nas áreas das leis de migração, educação e antidiscriminação, foram moderadas pelo Migration Policy Group.

Desde o MIPEX II, Portugal registou alguns dos maiores progressos, ocupando a segunda posição do quadro geral de classificações dos estados membros abrangidos.

Relativamente à Educação, Portugal ocupa a 4.ª posição da tabela geral ao lado do Reino Unido, Finlândia e Noruega. Este país vai ainda mais longe do que alguns países na promoção da integração social na educação, uma área que, na generalidade, ainda apresenta alguns pontos fracos.

De entre os novos países de imigração, Portugal ocupa a 1.ª posição em termos de facilidade de acesso à educação (juntamente com os EUA) e a 5.ª posição em termos de ‘educação internacional’ (depois do Reino Unido,  Noruega, os Países Baixos e a Suécia).

No entanto, o aproveitamento das novas oportunidades (tais como a oportunidade de aprender as língua e as culturas dos imigrantes) e a resposta às necessidades dos migrantes em ambiente escolar, que têm acesso ao ensino da língua portuguesa e a algum apoio extra, coloca Portugal a meio da tabela.

Index III Portugal (descarregar)

Mais informações


Scroll to Top